The Philosopher's Workbench

Playing around with ideas

Dicas para Pais

Se você tem filhos pequenos, dê esses estudos para eles, a recomendação é minha e é a que darei para os meus filhos quando eu tiver filhos, e a que queria ter tido quando era criança. O sentido é se tornar ser humano melhor e fazer diferença no mundo.

Eu vou dividir em cinco ou seis níveis, baseado em nível de importância e o nível de desenvolvimento humano à que ele conduz.

Primeiro:

Música clássica. Música clássica não é tocar um violãozinho ou uma flauta doce (ainda que sejam instrumentos clássicos do período barroco). Academicamente existem dois tipos de música: música clássica e música popular. A que conduz a desenvolvimento humano é a música clássica. Recomendo violino ou piano, mas fica a critério. Pode ser a guitarra clássica ("violão" clássico) o que difere muito do estudo do violão popular. Mas a música erudita (clássica), não popular.

Artes marciais. Artes marciais iniciáticas. Não é para "defesa pessoal", mas é para aprender a arte do corpo e a ser. Espero qque você não coloque o teu filho homem para fazer ginástica olímpica ou balé, mas cada um que sabe de si. Meu conselho no entanto é este.

A música clássica e as artes marciais iniciáticas como o Kung Fu (dentre outras), nunca vão deixar de fazer bem para quem as estuda. A mente cresce.

Segundo:

O estudo do latim. Eu sou suspeito para dizer, já que sou apaixonado pelo latim desde os dez anos de idade depois que vi as apostilas de latim da minha mãe que é formada em letras; comecei a estudar com quinze anos. O estudo do latim faz diferença. Faz diferença para você compreender como as palavras se relacionam com idéias. As pessoas, infelizmente, mesmo formados não sabem disso pois não estudaram o latim. Como costumam dizer os latinistas: quem não conhece o latim, não conhece o português ou qualquer língua nivolatina.

Desenho. Eu estou aprendendo a desenhar agora. Isso deveria ficar no primeiro ponto para uma criança pequena, eu gostaria de ter aprendido desenho desde cedo. Isso aumenta a inteligência visual e física.

Filosofia. Isso também deveria ter ficado no primeiro ponto, mas a arte marcial desenvolve a filosofia. Filosofia não significa ler imbecís que escrevem livros de idéias criadas, inventadas por mentes, significa aprender a pensar por si, questionar a si e às idéias alheias e refletir por si.

Terceiro:

Programação de computadores. Aprende lógica e pensar em solução de forma algorítimica. Também sou suspeito a dizer já que comecei a estudar programação com quinze ou dezesseis anos. Faz diferença e é um método bom pra aprender lógica de pensamento.

O idioma francês e o italiano. Desnecessário dizer o porque.

Quarto:

O estudo do grego clássico. É um complemento do que foi dito do latim. Faz diferença.

Artes cênicas. Talvez deverua ter ficado no segundo ou terceiro ponto. Aqui se aprende a interpretar um papel e não ficar dentro dele. Temos muitas mentes, desempenhaos vários papéis. O objetivo é sabe que somos a consciência que desempenha estes papeis, estas personagens e que não somos os papéis em si.

Quinto, talvez um excesso:

Pintura. Aprender sobre cores.

O idioma espanhol, castelhano. Nunca gostei, mas fica no terceiro ponto mesmo assim.

Sexto, adendo e possíveis erros:

Matemática.

Espiritualidade (o que não tem qualquer coisa a ver com religião.) Mestres vieram à esse mundo e deram ensinamentos, Cristo, Buda, Ghandi-ji. A filosofia deles é a filosofia do espírito, do que chamamos Terceiro Ponto a que os homens não têm acesso.

comments